Menu

Prefeitura de Capão do Leão cancela a 11ª Festa da Melancia 

17 FEV 2015
17 de Fevereiro de 2015

As dívidas do governo do Estado com a saúde dos municípios começam também a refletir na cultura. Pelo menos esta é a justificativa da prefeitura do Capão do Leão para cancelar a 11ª edição da Festa da Melancia e Potencialidades Regionais, que deveria ocorrer nos dias 6, 7 e 8 de março. 

Sem receber os repasses estaduais referentes à Saúde para os meses de outubro, novembro e dezembro de 2014 e janeiro de 2015, a prefeitura afirma que tem se esforçado para manter o Pronto-Socorro e outros serviços em funcionamento. Desta forma, não teria motivos nem condições de realizar uma festa. 

Em Capão do Leão, segundo o prefeito Cláudio Vitória (PDT), tem sido necessário tirar muitos recursos dos cofres públicos. O Pronto-Socorro, por exemplo, era mantido majoritariamente por verbas estaduais, mas, depois de setembro - mês do último repasse estadual -, o município se viu obrigado a tomar esta tarefa totalmente para si. 

A decisão, diz o prefeito, foi tomada por ser a Saúde uma prioridade. Conforme a Constituição Federal, o município tem a obrigação de investir um mínimo de 15% do seu orçamento na pasta, mas, se necessário, este orçamento pode ser ultrapassado. Segundo a secretária de Saúde Leila Duarte, Capão do Leão costuma destinar 20%, aproximadamente R$ 5 milhões por ano. 

Ainda conforme Leila, o cancelamento do evento é uma medida preventiva para a falta de recursos e também diante dos aumentos nos preços dos combustíveis e da energia elétrica. O orçamento para a festa é de R$ 120 mil e, repassado à Saúde, pode, por exemplo, pagar cerca de cinco meses da folha do Centro de Atenção Psicossocial (Caps). A dívida do Rio Grande do Sul com Capão do Leão é de R$ 523 mil.

Fonte: http://www.diariopopular.com.br/ 


Voltar

Clique aqui pa

Tenha também o seu site. É grátis!