Menu

Moradora de Piratini, é presa pela polícia, por conivência no estupro da filha. 

25 JAN 2017
25 de Janeiro de 2017

Nesta terça-feira, dia 24 de janeiro, policiais da Delegacia de Tapes com apoio da Delegacia de Piratini em cumprimento a mandado de prisão preventiva prenderam, em Tapes, uma mulher, suspeita de participação no estupro da própria filha.

Segundo a delegada Liliane Kramm, a suspeita tinha um companheiro em Piratini e esse homem abusava, reiteradamente, da menina desde, aproximadamente, os oito anos de idade da criança. A menina agora tem 13 anos e relatou os estupros.

A suspeita foi presa em Tapes, pois possui residência e familiares nesse município. O inquérito ficou a cargo do delegado Rafael Beck, titular da Delegacia de Polícia de Piratini, que relatou que o crime era praticado pelo  padrasto da vítima e pai do suspeito. Conforme o delegado, ambos são moradores do município de Piratini. 

Voltar

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Tenha também o seu site. É grátis!