Menu

Moradora de Piratini, é presa pela polícia, por conivência no estupro da filha. 

25 JAN 2017
25 de Janeiro de 2017

Nesta terça-feira, dia 24 de janeiro, policiais da Delegacia de Tapes com apoio da Delegacia de Piratini em cumprimento a mandado de prisão preventiva prenderam, em Tapes, uma mulher, suspeita de participação no estupro da própria filha.

Segundo a delegada Liliane Kramm, a suspeita tinha um companheiro em Piratini e esse homem abusava, reiteradamente, da menina desde, aproximadamente, os oito anos de idade da criança. A menina agora tem 13 anos e relatou os estupros.

A suspeita foi presa em Tapes, pois possui residência e familiares nesse município. O inquérito ficou a cargo do delegado Rafael Beck, titular da Delegacia de Polícia de Piratini, que relatou que o crime era praticado pelo  padrasto da vítima e pai do suspeito. Conforme o delegado, ambos são moradores do município de Piratini. 

Voltar

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Clique aqui para editar.

Tenha você também a sua rádio